Projetos

JUSTIFICATIVA

O nosso país e particularmente nossa região apresenta os mais baixos índices de desenvolvimento. Analfabetismo, exclusão, renda baixa, são fatores primordiais para contribuir com esse triste diagnóstico. Ainda hoje muitas famílias não têm acesso a luz, água encanada, telefone e muito menos internet. Por outro lado presenciamos uma gama de iniciativas vindos principalmente do poder público como forma de amenizar esse abismo cultural e digital. Como mudar esse triste quadro?

As ferramentas estão aí: Infocentros, telecentros, laboratórios equipados, Internet banda larga, mas percebemos que não basta ter estrutura, precisamos nos apropriar do conhecimento tecnológico, ser incluídos digitalmente. Também percebemos que a comunidade muitas vezes não têm acesso as TICs presentes na Escola, o que agrava a situação. Em vista disso, nós professores facilitadores do laboratório de Informática Educativa da Escola Brigadeiro Eduardo Gomes, estamos realizando esse minicurso de Informática básica como forma de diminuir esse grande abismo cultural e digital. Além de disseminar a utilização de softwares livres na sociedade.

OBJETIVOS

Geral : Promover a inclusão digital da comunidade usando o software livre

Específicos:

  • Formar comunitários em informática básica;
  • Difundir o uso do software livre;
  • Aproximar a comunidade do ambiente escolar;
  • Formar multiplicadores da cultura digital livre;

METODOLOGIA

O minicurso será desenvolvido em 24 horas aulas dividas em 12dias de 2 horas cada. O aluno pagará a quantia de R$ 10,00 que será investida em material de apoio e na confecção do certificado.

A turma será dividida em 2 alunos pra cada computador onde os mesmos farão as tarefas de forma alternada desenvolvendo ajuda mútua, cooperação e espírito de equipe.

    • INTRODUÇÃO – 02 horas
  • Sistema Operacional
  • História do Linux
  • Projeto GNU
  • Softwares Livres

INTERNET 1 – 06 horas

  • Navegador
  • Funções Básicas
  • Sites de Pesquisa (Google, Msn, Yahoo, Alta Vista, etc)
  • E-mail

BROFFICE – 10 horas

  • Editor de Texto Writer (Funções Básicas, Formatação, tabela, figuras,
  • Planilha de Cálculo Calc ( Funções Básicas, Formatação, Fórmulas,
  • Editor de Apresentação Impress ( Funções Básicas, slides, Formatação,Efeitos, Layout

    INTERNET 2 – 06 horas

    • E-mail
    • Bate papo
    • Sites de relacionamento
    • Blog
    • Publicação on line ( Google docs, Picasa, You tube)

    AÇÕES

    AÇÕES PERÍODO RESPONSÁVEL
    Divulgação do curso 03 a 31 de maio Professores, direção e coordenação pedagógica
    Inscrições 03 a 31 de maio Secretaria da Escola e laboratório
    Levantamento dos recursos Abril e Maio Professores do Laboratório
    Realização do Curso 01 a 30 de junho Professores do laboratório e alunos do curso
    Avaliação e entrega de certificado 30 de junho Alunos e Professores

      RECURSOS

          • Professores e auxiliares
          • Projetor de Imagens
          • Câmera digital
          • Computador
          • Internet
          • Lousa
          • Apostilas

      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      VELLOSO, Fernando de Castro. Informática: Conceitos básicos, 7a ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

      MERCADO, Luís Paulo Leopoldo. Vivências com Aprendizagem na Internet. Maceió: EDUFAL, 2005.

      SCHLEMMER, Renato. BrOffice.org 2.0 – Calc e Writer. SP:Campus/Elsevier. 2008

      GOMES, Margarita Victoria. Educação em rede: Uma visão emancipadora. São Paulo:Cortez : Instituto Paulo Freire, 2004.

      SUMÁRIO

      1- Justificativa………………………………………………………………………………….1

      2- Objetivos……………………………………………………………………………………..1

      2.1Geral…………………………………………………………………………………..1

      2.2Específicos…………………………………………………………………………..1

      3 – Metodologia………………………………………………………………………………..2

      3.1Ações………………………………………………………………………………….3

      4 – Recursos……………………………………………………………………………………..4

      5 – Referências Bibliográficas …………………………………………………………..5

      18 Respostas

      1. Obrigado por informar-me sobre nosso PCCR, preciso que mantenha-me informada por favor., pois o mesmo é uma luta da categoria e precisamos lutar pra vermos nossos direitos garantidos. Vamos à luta.

      2. Obrigado por manterme informada nessa luta.

      3. Espero que a governadora não venha de novo com enrolação. Esse PCCR aprovado é o mínimo que se estará fazendo para valorização dos trabalhadores em educação pública no Pará.

      4. Professor,obrigado pela informação,acreditamos que Deus vai interceder para que seja aprovada.

      5. Obrigado pela informação,acreditamos na interseção do Senhor.

      6. A divulgação do que afeta nossas vidas diretamente é muito louvável. Creio que a grande maioria está interessada em saber sobre este piso salarial! Como que está este encaminhamento, qdo serah a votação, o que está impedindo a aprovação e a vigencia desta lei? qual o prazo para se votar o pccr?
        grato pela info

      7. Que bom será se os nossos deputados aprovarem o PCCR, pois talvez assim seremos reconhecidos como merecemos, mais infelizmente o ” ESTADO” é autonomo poderá aderir ou não ao PCCR.
        Mais como estamos em pleno ano eleitoral poderemos ser beneficiados de alguma forma.

      8. Oi Carlos,

        Parabéns pela iniciativa de nos manter atualizados.
        Se possivel nosdiga quando irá p votação.
        Tudo de bom.

        Um abraço,

        Pierlisia.

      9. Obrigado por manter-me informada sobre tão importante assunto. Espero que a votação seja favorável a todos nós.
        Abraços
        Ivanete

      10. Obrigada pela informação professor, esse é um assunto que realmente tem relevância a todos nós enquanto categoria, que historicamente tem sido penalizada. Abraços. Gil

      11. Olá Carlos!
        Essa sua inixciativa é louvável para nós que atuamos na área da Educação.
        O tema PCCR muito me interessa, pois, desde o ano 2001, sou graduada em Pedagogia. E, 2002, especialista, e, até o momento, continuo recebendo meus vencimentos como se Escrevente Datilógrafo, ou seja, como se eu tivesse parado no tempo. O que eu não entendo é o incentivo que o governo dá para o servidor participar frequentemente de formação continuada (estar estudando, se atualizando), porém, financeiramente não dá incentivo algum.
        Um abração, e parabéns pelo teu belo trabalho, de partilha de conhecimentos!

      12. É MUITO ESTRANHO!
        No meio do Projeto tem referencia ao “prefeito”, ou prefeitura, mas o projeto é estadual, pois revoga decreto estadual…o que é isso? Parece que há confusão…também é preciso que revejam essa questão das referencias…vamos estudar e dar sugestões…Aguardem

        • Olá colega!
          Esta questão refere-se aos professores municipalizados que são aqueles que eram do ensino fundamental menor e que, por força da lei, a maioria dos municípios assumiram estes servidores que antes eram do Estado e agora são geridos pelas Secretarias Municipais de Educação. Abraços

      13. veja. se isso está na lei, é porque foi uma cópia sem que vissem o erro “…§ 1o – Cargos em comissão são os de livre nomeação e exoneração pelo Prefeito Municipal.” No caso da SEDUC é pela Secretária ou Secretário de Educação…OK?

      14. Obrigada por nos manter informados sobre um assunto que é de suma importância para nós, pois nem mesmo o sindicato o fez.

      15. Li um e-mail seu mo eproinfo sobre a copa do mundo,e entranto na sua pagina encontrei o pccr.obrigada pelas informaçoes.estamos aqui tão distantes, no sul do Pará.Abs

      Deixe um comentário

      Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

      Logotipo do WordPress.com

      Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

      Imagem do Twitter

      Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

      Foto do Facebook

      Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

      Foto do Google+

      Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

      Conectando a %s

      %d blogueiros gostam disto: